10 alimentos que um gato não deve comer

Ir em baixo

10 alimentos que um gato não deve comer Empty 10 alimentos que um gato não deve comer

Mensagem  Admin em Dom Out 30, 2011 9:22 am

Mimarem o vosso gato é normal e muito apreciado, quer pela vossa pequena bola de pelo, quer por vocês quando este retribui os mimos… porém, evitem mimar o gato com alimentos que não são adequados à dieta recomendada para os felinos. Não sabem quais os alimentos que podem ser prejudiciais para os gatos? Continuem a ler…

Laticínios: começando pelo leite de vaca e passando por todos os outros produtos derivados do leite, nenhum deve ser ingerido pelos felinos, pois, a maioria dos gatos é intolerante à lactose. Como se manifesta esta intolerância? Maioritariamente através de vómitos e diarreia, por isso, estejam atentos!
Café e chá: no fundo, qualquer bebida/alimento que contenha cafeína pode ser fatal para um gato e a intoxicação por cafeína pode manifestar-se através dos seguintes sintomas, quase todos irreversíveis: agitação, tremores, convulsões, respiração ofegante e palpitações cardíacas.
Uvas frescas e uvas passas: as uvas, sejam frescas ou secas, são especialmente venenosas para os gatos, podendo causar danos irreversíveis aos rins. Se suspeitarem que o vosso gato possa ter ingerido estes frutos, estejam atentos a reações como: letargia, vómitos, sede anormal, quantidades excessivas de urina.
Tomates: sabiam que os tomates podem ser tóxicos para os gatos? Contendo solanina – um glicoalcalcalóide tóxico que, mesmo ingerido nas mais pequenas quantidades, pode ser fatal para um gato – os tomates não são indicados para consumo. Devem estar atentos aos principais sinais de alerta: vómitos, diarreia, comportamento desorientado e paralisia.
Abacate: tal como os cães, também os gatos não devem, em circunstância alguma, ingerir abacate, uma vez que a existência da toxina “persin” nesta fruta, afeta negativamente o sistema digestivo e o músculo cardíaco dos gatos. Os efeitos secundários comuns passam por letargia, dificuldades respiratórias, diarreia e vómitos.
Cebolas e alhos: alimentos extremamente potentes quando em contacto com o organismo de um gato, as cebolas e os alhos danificam de tal forma as células vermelhas que provocam anemia. Os principais sintomas incluem: vómitos, urina vermelha e fraqueza.
Bebidas alcoólicas: embora dispense qualquer explicação, saibam que a ingestão de álcool por parte de um gato pode ser muito grave, uma vez que estas bebidas atacam, de forma perigosa, o sistema nervoso dos gatos. Os efeitos secundários são vários: vómitos, diarreia, falta de coordenação, letargia, tremores, problemas respiratórios, convulsões e até estados de coma ou a morte se a quantidade ingerida for muito elevada.
Massa de pão: o que torna a massa de pão perigosa para o vosso gato? O facto de ainda estar cru! Se for ingerida, o mais certo é que a fermentação ocorra no estômago do gato, causando dores abdominais, inchaço, letargia, desorientação, convulsões e até estados de coma ou a rutura do estômago/intestinos.
Chocolate: extremamente tóxico se ingerido por um gato, o chocolate estimula, de forma negativa, o coração e o sistema nervoso o que, por sua vez, traduz-se em sintomas como temperatura corporal elevada, batimento cardíaco irregular ou acelerado, sede anormal, tremores, vómitos, agitação e convulsões.
Xilitol: este adoçante artificial está presente numa enorme variedade de guloseimas, pastilha elástica e alguns alimentos dietéticos. Se for consumido por um gato, registar-se-á um aumento na circulação de insulina o que, por sua vez, irá baixar os níveis de açúcar no sangue, levando à insuficiência hepática. Os primeiros sintomas de alerta podem incluir: vómitos, letargia e falta de coordenação motora.

Admin
Admin

Mensagens : 105
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 29
Localização : Aveiro

Ver perfil do usuário https://omundoenosso.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum